Link externo abre em uma nova guia ou janelaLegenda do linkLegenda do linkNa caverna viram o simum levantar uma imensa tempestade de areia que veio do deserto do norte em direção ao sul. O simum era assustador, ele vinha como uma onda poderosa, um tsunami de areia ofuscando tudo por onde passava. A onda de areia se aproximou deles que se aprofundaram na caverna e colocaram lenços e turbantes na boca e no nariz para evitar o sufocamento pela areia escaldante do deserto. Quando o simum os atingiu, no turbilhão que se formou, eles ouviram vozes e viram gênios do deserto, Djjins, seres terríveis e milenares.


Os gênios tinham nariz grande e saliente e usavam sapatos de Bagdá, das mil e uma noites com bico enorme. Eles também usavam argolas e tinham objetos metálicos nas mãos e pés e cortaram eles durante a cortina de areia arrancando o sangue do grupo.


O sangue do Triângulo Dourado começou a pingar na caverna do monte Saamsom, mas o mais terrível aconteceu. Uma inundação de sangue começou a correr das paredes da caverna. Eles sentiram que o sangue que corria da caverna era o sangue das vítimas da guerra terrível no Iraque e na Síria. Além do sangue eles ouviram as vozes delas, clamando por socorro em árabe. Também ouviram mulheres e crianças chorando, foi terrível e constrangedor. Era como se todas as vítimas da guerra na Síria e Iraque fossem geradas diretamente pelo Assolador na magia, forjadas pelo Anticristo em seu esconderijo, comandando as hordas de escorpiões em seus rituais fúnebres.                       SAIBA MAIS NESTE LINK