Construindo o templo interno

O primeiro passo para construir o templo interno é a respiração.


O primeiro passo da meditação é a respiração. A respiração é a entrada no mar cósmico, o mar de onde surgimos. O sopro que respiramos está ligado ao Ruach, o nosso espírito.Nós vivemos no dia a dia de forma desordenada e não paramos para encontrar nosso eu interno. Quando meditamos estamos acessando este eu interno e a respiração é o começo do caminho.Sente num lugar tranqüilo dentro de tua casa ou na natureza e comece a inspirar e expirar. Eu poderia ensinar sugar o ar pelo nariz e soltar pela boca ou vice versa, mas quando praticamos a respiração isso não é importante, só é importante quando trabalhamos um chakra específico na meditação. Por isso para iniciar escolha se deseja sugar o ar pelo nariz ou pela boca.O importante é tirar um tempo para respirar e sinta o ar entrando e o ar saindo. Com o tempo comece a treinar a respiração prendendo o ar por um tempo antes de soltar.O primeiro passo da meditação é a respiração, ela é o princípio de tudo, é o mergulho no mar cósmico, nossa união com o divino.O ato de respirar abre portais em nosso corpo unindo corpo, espírito e alma, pois cada gota de ar vem imbuída de uma luz etérica que atua em nosso corpo.Quando meditamos em ligação com o divino estas gotas de ar se tornam diferentes, elas começam a serem modificadas pela luz e começam a atuar em nosso DNA.A respiração atinge a dimensão do etérico, ela toca na luz infinita do Criador presente em cada gota de ar.O ar é só um dos elementos da natureza, mas ele nos liga ao corpo etérico, ao corpo dos sentimentos e prazeres. Por isso meditar nos leva a uma dimensão mais sutil, além da matéria e da impureza.



Acompanhe conosco a criação do templo interno nas próximas matérias
Saiba como meditar neste link a seguir

A MEDITAÇÃO DO PEREGRINO